ESTAMOS NO SAL, GROSSO.

Tati Bernardi: Doria x Bolsonaro

Imagine que em breve há grandes chances de você acordar com este segundo turno: o gari playboy que tenta resolver as mazelas da cidade com álcool gel (e publicitários) contra o cristão que já legitimou a tortura e "representou" os direitos humanos (e as minorias) enquanto enojava o país com discursos sexistas, preconceituosos contra gays e de apoio à ditadura.